A violência está POP, e não anda poupando a ninguém!!!

Durante todo o ano de 2007, enquanto fazia o caminho para o colégio onde eu estudava que fica no Itaim, vi se erguer em um dos lados da marginal um do impérios do luxo de São Paulo. O shopping Cidade Jardim é uma verdadeira fortaleza construída para isolar a alta sociedade da cidade num mundo deles, cercados de grifes, restaurantes caros, e gente que se acha importante. Inaugurado no dia 31 de maio de 2008, além do shopping que recebe 18 mil pessoas por dia, tem 160 lojas, duas salas VIP’s de cinema, onde o ingresso custa cerca de 48 reais, academia de uma mundialmente famosa marca esportiva, o shopping tem um SPA no 5º andar, e nove torres que se dividem em residenciais e comerciais. O preço para morar na grande fortaleza do luxo varia de 2 a 20 milhões de reais. Imagina só, além de morarem no shopping os barões paulistanos também trabalham, dessa forma não se misturam ao resto dos cidadãos paulistanos, eles tem um lugar só deles. O gozado é que a menos de 500 metros de toda essa riqueza tem uma favela onde famílias vivem em barracos miseráveis… Levando-se em consideração que uma casa popular custa cerca de 50 mil reais, com o valor de um dos apartamentos mais baratos que custa seus 2 milhões se compraria 40 casas, com o que um rico paga num apartamento, se abriga 40 famílias pobres. É engraçado saber que enquanto o rico paga um valor absurdo de IPTU o seu vizinho pobre não paga nada de água, luz e nenhum outro imposto.

davemacdowell5

Mas, morando em São Paulo não podemos nunca nos acharmos intocáveis, foi o que os ilustres habitantes da fortaleza de luxo puderam sentir no dia 16 de maio deste ano, quando tiveram seu império visitado por bandidos, é quase inimaginável que alguém possa pagar mais de 2 milhões de reais, vive cercado de câmeras e seguranças por todos os lados, onde o acesso é dificílimo, e der repente está pessoa está ali no quintal de sua casa sob a mira de uma metralhadora. Imaginar que isto possa acontecer a um rico é surreal, mas basta entrar nos becos de qualquer favela de São Paulo pra ver crianças brincando entre traficantes armados como se fosse a coisa mais normal do mundo. O primeiro assalto foi a joalheria Tiffany & CO., onde uma misera pulseira chega a custar mais de 5 mil reais, e eu como assalariado que sou talvez não faça compras nunca, mas assim como o raio pode cair duas vezes no mesmo lugar, de novo bandidos entraram no shopping para um novo assalto no dia 7 de junho, dessa vez o alvo foi a loja da Rolex, famosa por relógios que custam uma fortuna. Em menos de um mês a alta sociedade, dentro de sua fortaleza se viu refém da marginalidade de São Paulo.

Se na primeira vez as noticias nos jornais já deixou a todos nós paulistanos de queixo caído, a segunda me fez entender que ninguém é imune a violência dessa cidade, por mais caro que se pague para morar ou ter segurança. Aqui ela é POP, e não faz distinção de cor, credo, classe social ou qualquer outro tipo. Me lembrei também que tudo que acontece uma única vez, provavelmente nunca acontecera de novo, mas aquilo que acontece pela segunda vez, certamente vai se repetir um terceira, quarta, quinta vez!!!

Autor: @robsonpnx

Anúncios

Sobre Robson Almeida

Baiano radicado em São Paulo, Paulistano de coração | Diletante da Escrita | Efémero | Lascivo | Bucólico | Butequeiro | Blogueiro | Meio Intelectual | Meio de Esquerda | Gente Diferenciada...

Um comentário sobre “A violência está POP, e não anda poupando a ninguém!!!

  1. O que anda POP também ultimamente é a violência conta mulher, quando isso vai para e onde ninguém sabe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s