Networking de Toupeiras!

Na quinta-feira, dia 16/09 eu e mais alguns usuários da linha verde do metro de São Paulo vivenciamos uma experiência um tanto inusitada. Devido a uma falha elétrica na estação Brigadeiro, ficamos presos durante quase uma hora embaixo da terra como verdadeiras toupeiras. Apesar do susto, e das pessoas passando mau, a experiência foi valida para nos fazer interagir e perder um pouco da individualidade da rotina e correria do dia a dia. Havia diversas pessoas dentro do vagão, homens e mulheres, e cada um com sua historia! Pessoas que se cruzam todos os dias, mas que nunca se falam, pessoas que nem ao menos olham para o lado ocupadas com seu cotidiano conturbado.

Michael_McBride_1

Assim que o metrô parou um senhor começou a passar mal, parecia ter fobia de lugar fechado, todos queriam de alguma forma tira-lo dali, acionamos os alarmes, mas o operador do trem pediu que fossem desligados, disse que só poderiam ser acionados em caso de emergência, ele deve ter ligado em casa para se certificar de que sua mãe estava bem, e por isso não se importou com o que estava acontecendo lá atrás.

Passando o primeiro susto, começou o anda e para do metrô, até o serviço se normalizar. Durante esse período touperesco foi inevitável uma interação com os demais tripulantes do vagão. Com um comentário singelo meu, dizendo que o condutor possivelmente era politico, pois a todo momento falava que dentro de 5 minutos o serviço seria normalizado. Começamos um networking falando das politicas publicas voltada para o transporte publico, que não andam tendo muita visibilidade dos governantes atuais, depois nos perguntamos como um país com falhas grotescas em transporte poderá receber um evento grandioso como a copa do mundo? Apresentamos nossas ideias para solucionar os problemas como se estivéssemos fazendo campanha politica, rimos e conversamos como se aquilo fosse algo habitual do nosso dia a dia, em um determinado momento até nos esquecemos do quanto estávamos atrasados para nossos compromissos!

Aos poucos os passageiros foram desembarcando em suas estações, e com isso nossa experiência também foi chegando ao fim, nos despedíamos como velhos amigos! Quando eu desembarquei fiquei pensando como seria o outro dia, e se iria encontrar alguma daquelas pessoas novamente? Se iriamos nos falar, ou seriamos novamente estranhos!

Ainda não encontrei todas as pessoas com quem conversei naquele dia, mas as que encontrei, nem ao menos corresponderam meu olhar! Somos todos estranhos novamente, ninguém reconhece mais ninguém!

Nota 1: No dia 21/09 aconteceu algo parecido na linha vermelha, mas os usuários não quiseram esperar, e começaram a andar sobre os trilhos o que gerou uma paralização de mais de duas horas.

Autor: @robsonpnx

Anúncios

Sobre Robson Almeida

Baiano radicado em São Paulo, Paulistano de coração | Diletante da Escrita | Efémero | Lascivo | Bucólico | Butequeiro | Blogueiro | Meio Intelectual | Meio de Esquerda | Gente Diferenciada...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s