! Menina Magricela !

__Vó me dá o braço! Era assim toda noite, a menina magricela tinha um sono melhor se dormisse com a cabeça no braço da sua avó, a vó nem reclamava estendia logo o braço pra menina dormir.Ela tinha seu quarto, mas dormir no meio dos avós era bem, bem melhor.

Naquela noite sonhou que havia um dinossauro gigante andando pela ruas da cidade e pra ver de perto só tinha um jeito, voar, era só pensar que já ia subindo e dava voltas e voltas conferindo o dinossauro de perto, olhando bem os seus dentões e indicava pra ele o caminho de volta pra floresta, depois dava uma volta pertinho das nuvens, __ai que delícia, sonho de voar era o seu preferido.

Acordava cedo, já no gás, a vó perguntava está ligada no 220 menina??, vem toma seu café, precisa pra crescer.

Ela comia ovo quentinho com uma pitadinha de sal, pão caseiro que a vó fazia, fofinho com manteiga, uma delícia, e tomava café com leite, a vó todo dia dizia: __toma minha moreninha café com leite claro!

A amiga chamava e elas iam pra escola, no caminho iam encontrando os outros e conversavam sobre quando os ciganos iriam voltar e quem teria coragem de chegar mais perto do acampamento, naquela época diziam que cigano roubava criança…combinavam quando seria o dia da próxima guerra de mamona e por ai ia a conversa.

Era inteligente, mas na pressa colocava qualquer número nas continhas de matemática, a professora que não era muito simpática dizia: que isso menina, que pressa é essa , tá tudo errado, ai ai ai….Devia ser pressa de viver, sei lá!

Com tantas nuvens pra olhar hoje e as formas que vão fazer pra ela adivinhar, as vezes as nuvens caprichavam pra ver se ela conseguia enxergar a forma. Esta era uma das finalidades do quarto dela, sentar na janela e adivinhar as formas das nuvens, enquanto esperava o almoço.

Depois do almoço pedia pra vó catar piolho, não tinha piolho não, mas o cafuné de piolho fingido era um dos melhores pra depois do almoço, claro que a vó sabia, mas parava tudo e sentava no banco na porta da cozinha e começava o cafuné dizendo __deita aqui que é mais claro!

A menina deitava e a vó fazia carinho devagarinho, a duas ficavam ali um tempão em pura contemplação.

Autora: Branca Raffi

Anúncios

Sobre Branca Raffi

... paranaense, paulistana desde a primeira garoa aos 7 anos de idade e que adora vadiar pela paulista, augusta e centro da cidade observando as pessoas, amante das palavras, etílica, aspirante a tocar a vida das pessoas, eclética, ri sozinha, e sempre sonha que está voando...

Um comentário sobre “! Menina Magricela !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s