Em todos os sentidos a mesma situação!

Lá estava eu mais uma vez, me sentindo um Zé Ninguém no meio do mar de carros da Rebouças, pra variar preso no transito de Sampa, envolto de utilitários de luxo, Kombis velhas, Motoboys, Taxistas, Ambulâncias e afins… Pela janela do ônibus a fila de carros parecia não ter fim, mas isso que estou narrando não é nenhuma novidade pra quem mora em São Paulo, esta cidade imputa o recorde de maior congestionamento da América Latina 266 Km, medidos pela CET em maio de 2008. O que mudou de lá pra cá? Nada, ou pelos menos nada para melhor!

O numero de carros só aumentou, hoje na capital já são 6 milhões de veículos, por dia as fabricas do grande ABC produzem outros 800 veículos, um numero maior do que o de bebes que nascem na nossa cidade todos os dias, cerca de 500! Da pra acreditar, nos produzimos mais carros do que somos capazes de consumir, carros estes que são vendidos em condições especiais pelas grandes montadores, podendo ser pagos em até 72X,  depois chega a recessão e ninguém sabe por quê? São inúmeros os motivos dos congestionamentos em nossa cidade, mas se pararmos um instante e observarmos o transito, coisa que não é difícil uma vez que ficamos presos nele em média 2hs por dia, veremos que dentro desses carros tem uma única pessoa apenas!

O transito de São Paulo e do Brasil no geral reproduz valores de uma sociedade que se quer republicana e moderna, mas ainda está atrelada a um passado aristocrático, em que alguns podiam mais do que muitos! Os paulistanos veem o carro como um símbolo de seu status e onipotência! O cara se sente superior ao pedestre por que tem um GOL quadrado com rodas orbital, e por sua vez o cara da BMW se sente superior ao cara do GOL por que tem um carro mais caro. É como se o carro fosse uma capsula magica repleta de opcionais como Ar Condicionado e CD Player que você usa pra ir e vir pra onde quiser! Mas não é isso que acontece, todos os dias milhares de pessoas gastam uma pequena fortuna, poluem ainda mais nosso planeta pelo mero prazer de se sentir o tal dentro do seu carro parado num congestionamento!

Como uma amiga escritora me disse, “essa burrice vai continuar implícita na nossa sociedade até que as pessoas se deem conta de que não precisam do CD Player e sim da musica, não precisam do DVD e sim do Filme, não precisam do carro mas sim de se deslocar”!

alt

É verdade que as politicas de transporte publico em nosso país como um todo não ajudam muito a reverter esse quadro, apenas para exemplificar, ainda na última década, o número de ônibus nas nove maiores capitais brasileiras caiu 9%, enquanto a quantidade de passageiros transportados foi aumentada em 25%, a condução então nem se fala. Apesar dos esforços de algumas ONGs com iniciativas de caronas, dia sem carro e campanhas de incentivo ao uso de bicicletas, bastou uma pequena manifestação pacifica de um grupo de ciclistas em Porto Alegre para acabar em desgraça! Na noite de sexta-feira dia 25/02/2011, um estressadinho avançou o carro sobre mais de 100 ciclistas que participavam da manifestação, o que levou nove deles ao hospital, e destruiu 21 bicicletas. Quer retrato maior de que o que eu acabo de escrever seja uma verdade? Sugue o vídeo abaixo para que possam ter ideia de como tenha sido:

Autor: @robsonpnx
Foto: Apropriação indébita

Anúncios

Sobre Robson Almeida

Baiano radicado em São Paulo, Paulistano de coração | Diletante da Escrita | Efémero | Lascivo | Bucólico | Butequeiro | Blogueiro | Meio Intelectual | Meio de Esquerda | Gente Diferenciada...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s