Virei ROMARIO, fui a uma Romaria!

Pois é galerinha, eu topei o desafio de caminhar 74km de São Paulo à Pirapora do Bom Jesus, um percurso realizado em aproximadamente 10hs, deixo para vocês 10 tópicos, um para cada hora de caminhada para que vocês tenham uma dessa minha experiência;

  1. Na primeira hora, é tudo maravilha, você tem assunto a beça, da risada pra caramba, todos caminham juntos e você esta com a corda toda, parece até que vai ser fácil;
  2. Na segunda hora, você se sente o próprio Raposo Tavares desbravando São Paulo, se for bom de passada já esta em outra cidade caminhando, então se da conta de que esta ficando cada vez mais longe de casa;
  3. Na terceira hora, você já começa a se perguntar de quem foi a idiota ideia de fazer aquilo, mas ainda tem motivação de sobra e não se abala;
  4. Chegando na quarta hora, alguns começam a se distanciar, e as primeiras dores vem chegando, você começa a sentir sede, fome, e ansiedade, quer sair correndo pra chagar logo;
  5. Pelo que me lembro, a estas alturas estávamos atravessando Osasco, quase no final já. Meus pés já tinham bolhas, eu já não sentia sede, nem fome, mas ainda tinha pique pra caminhar sem enrolação;
  6. Sexta hora, é provável que estivéssemos no primeiro ponto de apoio, há o pessoal do apoio, que galera firmeza! Sempre passando de carro nos oferecendo água, comprimido pra dor, comida, sem eles nunca seria possível uma romaria. Abastecemos nossas energias e partimos novamente a caminhar;
  7. Seu corpo grita, você já não consegue manter a passada ha algumas horas, e a cada hora diminui o ritmo, não é preguiça, falta de preparo, é que seu corpo esta chagando no seu limite;
  8. A estas horas o silencio já domina a cena, você meio que se polpa pra vai saber o que, só se mantem caminhando, vez por outro o companheiro de caminhada solta uma besteira, ou manifesta o desejo de estar em outro lugar que não aquele;
  9. Na nona hora, você já não vê a hora de chegar, sua musculação esta quase travando, caminha se torna quase um mantra, uma meditação profunda, você foca no barulho do seu pé pisando no chão e nada mais, as vezes passa um carro, as vezes você espera que passe um carro;
  10. Por Deus, parece que você vai desmontar a qualquer momento, cada passo é sofrido, quanto mais se chega perto, mais longe fica, você esta usando não mais sua força, você esta usando o peso do seu corpo para se lançar no próximo passo, e caminha, caminha até chegar;

Kenny_random_2

O legal é que você acaba conhecendo um pouco mais o seu corpo, entende realmente o que pode fazer com ele. Uma romaria para quem não é religioso como eu talvez sirva pra isso: Conhecer e compreender a interdependência entre os órgãos que compõem nosso corpo físico, dedicar um tempo para se conectar e conhecer seu estado de saúde, tornar a eficiência do corpo num instrumento para expansão da alma.

Admiro muito os que fizeram esse mesmo percurso por fé, uma forma de sacrifício que eu jugo desnecessário, mas com certeza enriquece a alma daqueles que topam o desafio.

Autor: @robsonpnx
Imagem: Kenny Random

Anúncios

Sobre Robson Almeida

Baiano radicado em São Paulo, Paulistano de coração | Diletante da Escrita | Efémero | Lascivo | Bucólico | Butequeiro | Blogueiro | Meio Intelectual | Meio de Esquerda | Gente Diferenciada...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s