Tunuka!

Deixa a voz da Mayra Andrade te levar pro fim de semana”

De Cabo Verde para o mundo! Mayra Andrade me surpreendeu ontem com sua voz marcante e também por sua beleza, ela é maravilhosamente linda! A primeira musica que ouvi foi a que da nome a este post, Tunuka. Depois de ouvir fui correndo pro youtube querendo ver mais! Lá encontrei outras mais, e é claro abasteci meu pen drive com sua boa musica…

Cabo Verde fica no continente africano e foi colônia de Portugal até 1975, Mayra Andrade nasceu nesse berço de misturas, e se deixou influenciar tanto pela musica brasileira escutando e cantando Caetano Veloso ainda pequena, quanto pela francesa com outros artistas que conheceu rodando pelo mundo!

Ainda pequena morando em Ténis, no Plateau. frequentava a Escola Pentagrama, a única escola de iniciação musical infantil da ilha. A participação nas aulas depressa levou a um primeiro convite para gravar, mas a sua mãe recusou e aos seis anos, Mayra foi com a mãe e o padrasto, na época embaixador de Cabo-Verde, instalar-se no Senegal, depois em Angola e na Alemanha, onde Mayra estudou num colégio interno dos onze aos quatorze anos.

Mais tarde, Mayra regressou a Cabo-Verde onde, aos quinze anos, cantou em público pela primeira vez fora de um ambiente escolar. Foi no âmbito do lançamento de um disco chamado “Cap Vert l’enfant (vol. I)” no Palácio da Cultura, na Praia – a sua cidade. Pediu aos organizadores do Centro Cultural Francês, que a deixassem cantar duas músicas, pois a sua irmã ia partir para Lisboa poucos dias depois e Mayra queria que ela a visse cantar. Ninguém a conhecia, mas todos se encantaram com ela, e no dia 15 de agosto de 2000, dia da Nossa Senhora da Graça, santa padroeira da Cidade da Praia, Mayra Andrade deu o primeiro concerto a solo na Praça Alexandre Albuquerque acompanhada de um grupo de músicos. Os convites para voltar a pisar nos palcos começaram logo aí, e o sucesso não demorou a chegar.

A singularidade da voz e da postura de Mayra Andrade, nos vídeos que vi e na forma de cantar, vem de longe, da família, dos tempos passados à beira do gira-discos escutando boa musica, e da injeção de mundo que teve por causa de suas viagens. Vem de quando, ainda muito criança, se colocava em frente do espelho, à procura de um reflexo, à procura, talvez, do seu próprio futuro.

Infelizmente ela ainda não tem previsão de quando vira ao Brasil, enquanto isso vou curtindo sua voz, escutando sua musica.

Vai lá: Mayra Andrade
Autor: @robsonpnx

Anúncios

Sobre Robson Almeida

Baiano radicado em São Paulo, Paulistano de coração | Diletante da Escrita | Efémero | Lascivo | Bucólico | Butequeiro | Blogueiro | Meio Intelectual | Meio de Esquerda | Gente Diferenciada...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s