Pequenas coisas do cotidiano!

franteco7

Cenário metrô Itaquera, dia de semana normal, lotado, lotado e lotado, lá existem 3 lugares para o trem parar um central que serve pra ir e vir, um lateral que serve apenas para vir, e outro lateral apenas para ir, costumo pegar o trem na central ir e vir pois isso me dá a flexibilidade de talvez ir sentada ou de ir com algum conforto em pé… Pois bem… Essas são as características da parada do trem na estação de Itaquera são sempre assim, mas em uma sexta-feira qualquer aconteceu algo inesperado na plataforma do meio de ir e vir eis que veio um trem vazio para ir todos ficaram subitamente tão felizes com aquele pequeno presente matinal muitas pessoas sorriram de repente, inclusive eu, e uma desconhecida ao meu lado olhou pra mim e sorriu dizendo "mentira, que legal" , foi ótimo ver as pessoas sorrindo…

Cenário lotação da zona leste onde resido que me leva para o metrô Itaquera, horário 04:45, pois é eu madrugo algumas vezes pra ir ao trabalho, ao passar a roleta e me dirigir para o fundo da lotação uma pessoa sentada em um dos bancos no meio da lotação estava dormindo e tombando para lado do corredor, mas estava tão tombada que parecia que ia cair… Eu coloquei uma das minhas mãos no ombro dela pra empurra-la gentilmente para o acento, ela acordou e já sorriu, eu sorri de volta, uma outra pessoa sentada ao fundo da lotação ao ver a situação também sorriu, não foi riso de deboche, foi riso de acontece umas coisas engraçadas…

Meu amigo me contou que quando o filho dele era pequeno colocou fogo em um edredom no andar de cima da casa, os adultos estavam na parte de baixo da casa ao sentirem o cheiro da fumaça subiram correndo e contiveram o pequeno incêndio, o incendiário ao ser questionado porque colocou fogo no edredom respondeu ao pai: – Você deixou o isqueiro ali, eu peguei!!!

Estava parada fumando um cigarrinho antes de ir há um lugar, confesso meu vicio… Um homem desconhecido parou ao meu lado e sem nem se apresentar começou a contar uma história que ele tinha vivido há alguns segundos atrás, ele contou e foi embora, isso foi coisa de um minuto, fiquei parada sentindo um pouco de medo e um pouco admirada pela necessidade dele de falar aquilo
a qualquer um…

Como acordo cedo na maioria dos dias, nos dias de neblina em Sampa a cidade ganha uma outra atmosfera linda, linda, linda em minha opinião…

Arte em lugares inesperados, metrô Santa Cecília, algumas fachadas de prédios, como a luz ilumina alguns locais e os fazem parecer mágicos… Alterem o olhar…

Ouvir musica alta na condução e ter muita, muita, mas muita vontade de cantar alto e começar a dançar…

O mendigo que corria atrás de um homem com um Gardo em punho dizendo: – Você vai me pagar. Mas, ele corria, parecia em câmera lenta, e o homem perseguido olhava pra trás rindo, parecia que ele já conhecia o mendigo, achei a cena de certa forma "beleza americana" ouvir Vinicius de Moraes e Toquinho durante os percursos, e também há momentos em que ouço Disturbed…

– Queria ter algumas fotos para poder compartilhar melhor esses pequenos momentos com vocês, bom final de semana.

Autora: Branca Raffi

Imagem: Valendo

Anúncios

Sobre Robson Almeida

Baiano radicado em São Paulo, Paulistano de coração | Diletante da Escrita | Efémero | Lascivo | Bucólico | Butequeiro | Blogueiro | Meio Intelectual | Meio de Esquerda | Gente Diferenciada...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s