Doce sabor!

Existe uma magia que nasce no momento exato em que dois olhares se cruzam, algo tão grande que pode moldar vidas inteiras. Provoca sensações, acelera os corações, causa arrepio na pele quente, gela as mãos que transpiram sem parar. É imune a distância, mas não a intervenções alheias. E no momento que ele se perde, seja qual for o motivo, nunca mais… Nunca mais a beleza dos risos e sorrisos jogados no chão da sala, nunca mais as horas a fio no telefone, nunca mais madrugadas acordados, nunca mais o amor, nunca mais o doce sabor de amar!

No banco de trás da perua que o levava todos os dias a escola, Fernando quase passava despercebido, escondido atrás de uma pilha de gibis, que carregava para todos os lados. Só Leticia o olhava através da pilha — Por dentro, ela ria — Sabia que, ao seu lado, ele se emaranhava em cuidados, vergonhas e senões. Então, cerrou o sorriso de inocente malícia na forma de um beicinho e desferiu-lhe um beijo leve. Naquele momento, pelo retrovisor, o motorista tentava entender por que os homens são seres assustadoramente bobos. Inocente que era, Fernando não entendeu por que seu rosto corou, seu corpo começou a transpirar, suas mãos gelaram e começaram a tremer, não entendeu o efeito daquele beijo!

É da natureza humana que as mulheres amadureçam mais depressa que os homens, e com Leticia não fora diferente, até sentia um certo prazer em ver Fernando desconcertado com sua presença, mas o verdadeiro turbilhão de sensações vinha dela, o coração acelerado, as mãos tremulas, e aquela sensação gostosa de borboletas no estomago… Sensações que só se sente quando se ama!

boy-couple-couples-cute-girl-Favim_com-171098_large

O bom do primeiro amor é que ele não escolhe o momento certo, mas sempre deixa as lembranças mais doces da vida, lembranças que não voltam, e que possivelmente não viveremos com a mesma intensidade com outras pessoas. O bom do primeiro amor, é que a gente não sabe amar, somos todos amadores compulsivos!

Autor: @robsonpnx

Anúncios

Sobre Robson Almeida

Baiano radicado em São Paulo, Paulistano de coração | Diletante da Escrita | Efémero | Lascivo | Bucólico | Butequeiro | Blogueiro | Meio Intelectual | Meio de Esquerda | Gente Diferenciada...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s