Efêmeras? Únicas que valem a pena!

_Deixe o corredor livre para quem quer entrar, e ir em pé, por favor um passo para trás!!! – Diz o funcionário do metrô que fica ali junto as portas de embarque – Todo dia é a mesma coisa, e o povo não aprende, todo dia tem um empurra empurra, dois que se estranham e por ai vai… Eu pensei caramba esse povo não aprende todo dia ficam aqui da mesma maneira.

Parto daqui pra dizer que tem coisas na vida que por mais que saibamos ou tenhamos alguma noção do que é que vai dar insistimos nelas, cegamente, loucamente, estupidamente, tá bom, e o que isso diz de nós???!!! Seremos realmente cegos, loucos e estúpidos?

Não sei do povo do metrô não, mas sei de mim, minha insistência cega, louca e estupida é no amor… Ah l’amour , a vida sem amor para mim não faz sentido.

Mas não estou numa boa fase de amor, estou de coração partido, me apaixonei e não sou correspondida na mesma medida, isso gerou reflexões e muitas conversas com amigos queridos, alguns me disseram: “Mostre seu interesse, se não ele não vai saber que você está afim” – Nessa parte não tive problemas, pois sou bem resolvida pra mostrar o que quero. Mas, ao se mostrar, você se mostra…

Também disseram: “Homem gosta de sofrer, você tem que pisar neles pra que eles venham atrás!!!” – Pasmei e pensei, não sou de pisar em ninguém normalmente, e se gosto então não vou querer fazer isso, e outra, que homem é esse que gosta de ser pisado pra dar valor, não quero esse homem tão mau resolvido.

Quero que ele me dê valor pelo que eu sou naturalmente, sem jogos, sem conversas que vou precisar traduzir, é – é, não é – não é, simples assim.

Opiniões a parte ressalto que meus amigos são os melhores, pois mesmo com opiniões diferentes somos amigos.

Enfim não tenho conclusão, só pra variar, mesmo porque tudo é bem relativo nessa vida, mas me arrisco a pensar que devo ser quem eu sou, não trair minha essência, posso ajustar aqui ou ali , mas mantendo minha essência, pois assim terei menos problemas. E como dizia Clarice Lispector “Cuidado ao cortar seus defeitos, nunca se sabe qual deles sustenta o edifício todo”.

Músicas da semana que embalaram essa Egotrip Efêmera da Tulipa Ruiz afinal coisas efêmeras são únicas e também nem tudo é efêmero, pode ser bobo mas nem sempre é efêmero… ”Vou ficar mais um pouquinho só pra ver se acontece alguma coisa nesta tarde de domingo… Congela o tempo pra eu ficar devagarinho…”

Pescador de Ilusões do Rappa, ahh porque no final das contas “Valeu apena”

E pra terminar bem POP Rihanna – Only girl (in the world), porque no fim das contas é isso que quero… Ser a única no mundo para um homem do jeito que sou, e que ele se sinta mais homem ao meu lado.

Quero que você me faça sentir
Como se eu fosse a única garota no mundo
Como se eu fosse a única que você amará
Como se eu fosse a única que conhece seu coração
Única garota no mundo…
Como se eu fosse a única no comando
Pois eu sou a única que entende
Como fazer você se sentir como um homem”

:Branca Raffi

Anúncios

Sobre Branca Raffi

... paranaense, paulistana desde a primeira garoa aos 7 anos de idade e que adora vadiar pela paulista, augusta e centro da cidade observando as pessoas, amante das palavras, etílica, aspirante a tocar a vida das pessoas, eclética, ri sozinha, e sempre sonha que está voando...

Um comentário sobre “Efêmeras? Únicas que valem a pena!

  1. Ai que alívio saber que tem alguém com os mesmos sintomas Val….rss.

    Penso eu que,só quem não resiste a essa intensidade sobrevive no mundo das efêmeras.

    Bom tê-la por aqui

    um beijo amore.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s