A Menina do Cachecol Vermelho!

— Passou por aqui uma Menina de cachecol vermelho?
— Oh se passou… Já faz algum tempo, mas ainda me lembro dela!
— E como ela era?
— Linda, e muito discreta, não tímida, ela nunca fugiu a um bom papo! Discreta sim, tinha um corpo sensacional, medidas de fazer inveja, mas nunca usava roupas extravagantes demais… Ela era daquelas belezas que se descobre olhando de perto, e quando olha, o que se vê é de encher os olhos: a pele branca e sedosa, os cabelos pretos, brilhantes, e com franja, os lábios em perfeita harmonia com o queixo, o sorriso de moleca, seu jeito de olhar que perturbava os meninos, a espontaneidade… Tudo nela causava uma sedução natural!
— E tem muito tempo? Qual era sua idade?
— Foi por volta de 2008, último ano do colégio, já estava chegando a idade adulta, de 17 pra 18 anos.
— Qual era seu nome?
— Julyana, assim mesmo com o “Y” no meio! Excentricidade do pai, que ela processou pelo tempo que ele andou sumido sem pagar pensão.
— Como foi que tudo se deu?
— Foi uma delicia conhecer aquela garota que, nos dias frios ia para o colégio usando um cachecol vermelho. Pra me fazer mais presente mudei meu caminho de volta pra casa, levava pra ela seu chocolate preferido todas as manhãs! Até roubei seu cachecol vermelho, só pra ter uma recordação, foi num dia muito frio, desse que acontecem fora de época em São Paulo! Nosso primeiro beijo foi no cinema assistindo, “Tristão e Isolda”. O jeito que me beijava machucava minha boca, e era delicioso! Ela trouxe aos meus dias uma magia que estava faltando…
— E depois?
— Dezembro chegou, terminamos o colégio, Julyana e eu continuamos nosso namorico, eu viajei a trabalho, e a Ju ficou em Sampa, foi a uma festa do pessoal do colégio e voltou de carona com o picareta do R…… que não era eu! Eu voltei de viagem, ela passou o natal comigo e algumas pessoas da minha família, achei isso lindo… Trocamos presentes, e depois eu viajei pro Rio, para passar o Réveillon, ela não pode ir infelizmente. Quando voltei a gente ainda se viu durante algum tempo, até que ela deu uma sumida! Depois de alguns meses descobri que ela estava namorando o tal picareta que deu carona pra ela! Acontece…

308873_283541945019980_269823593058482_837397_886209177_n

Me lembro que um dia ela me cobrou o cachecol, e eu disse que ficaria com ele até que tudo entre nós tivesse terminado, ele ainda esta na minha gaveta, afinal eu sou o ladrão de cachecol irreparável!

Autor: @robsonpnx

Anúncios

Sobre Robson Almeida

Baiano radicado em São Paulo, Paulistano de coração | Diletante da Escrita | Efémero | Lascivo | Bucólico | Butequeiro | Blogueiro | Meio Intelectual | Meio de Esquerda | Gente Diferenciada...

5 comentários sobre “A Menina do Cachecol Vermelho!

  1. Hehe I see that you are doing good buddy, lot’s of good articles. It would be good for you if you could invest in some ads you know, your Google rankings would be better probably. If your budget is tight, try to find other blog owners in similar niches and exchange links. Your blog looks like something that can do it big, it would be a shame if the people don’t see it 😉 Have a nice day

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s