Enquanto isso no mundo das cerejas

As noites foram sempre perfeitas. Bebiam uma ou duas doses de vinho e riam horrores.
Riam por estarem felizes por tão pouco.
Riam por estarem ali

Ela ria com o fato dele conseguir ser mais bobo que ela
Ele ria por estar ali,com uma garota que mal tinha conseguido saber algo sobre ele e mesmo assim gostava de sua companhia.

Ela admirava a sua profissão, o tom da sua voz e aquele abraço que mudava o ritmo de sua respiração.
Ela tinha aprendido a reconhecer alguns números estranhos, seguidos do DDD (41).

Ele gostava do seu cabelo, do seu sorriso e da maneira com a qual ela o tinha feito se render sem esforço.
Ele tinha descoberto que ela não era tão independente assim.

Eles estavam dividindo vidas.
Estavam se reconhecendo
Estavam aprendendo que não podiam querer controlar, coisas que não tem o mínimo controle.

Ele estava indo
Ela estava ficando.

Anúncios

2 comentários sobre “Enquanto isso no mundo das cerejas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s