O que não sei dizer…

Os segundos em que hesitamos, em que fitamos o abismo e nossa boca, escancarada, não emite som algum, são justamente o tempo necessário para que transformemos pensamentos em palavras. E nem todo pensamento tem uma palavra feita pra ele.

Enquanto isso eu vou pulando em movimentos desastrados,misturando meu corpo com a noite e tentando ver o que há além do meu horizonte.

As vezes me perco, plantando provas pra me incriminar. Tudo pra estabelecer o meu estado natural.
Devo dizer que mesmo tendo apagado 25 velas, conhecido milhares de pessoas, pisado em algumas lajotas após desviar dos rejuntes ainda consigo ficar paralisada com certos acontecimentos.

Tudo se tem que agarrar, e tudo te faz fugir

Então tá…
Eu tenho medo de pessoas e de insetos voadores!

_____________________________________________________________

Foto por  Diane Sagnier

_____________________________________________________________

Anúncios

Um comentário sobre “O que não sei dizer…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s