Egos e enganos

“ eu não sei fazer poesia, mas que se foda…”

Foi a primeira coisa que venho a mente dela depois de mais uma discussão altamente subjetiva que em nada alterou a cognitividade daquela situação, eram os dois da mesma sepa, dominantes por natureza, a diferença é que ele necessitava de uma mulher fraca e submissa, e ela precisava de um homem forte na essência e que soubesse pegar na mão, não apenas de palavras.

Antes do fim diversão, carinho, jantares, sexo embalado as melhores músicas, fluxo intenso de conversas após leituras de Nietzsche, e assistir desenhos pela televisão…

Durante foi caindo tão rápido quanto apareceu, não suportava questionamentos e reagia com agressividade e doses fortes de egocentrismo por não aguentar a culpa, jogava tudo nela…e atire a primeira pedra quem não tem doses da boa culpa religiosa imposta ao longo do crescimento em famílias seja lá de que regilião forem…

Finalmente se descuidou, ela descobriu, ele assumiu _ sou um puto! Foi a frase que disse.

Duas semanas depois ele reassumiu namoro com a  ex enquanto marcava encontros prosmicuos em um site de relacionamento sempre a procura de algum corpo com potencial de prazer… ela experimentou alguns corpos diferentes com gosto de vigança e vazio n’alma pois não buscava só prazer…

E no derradeiro contato  pensou _mas que se foda!

Cada um em seu habitat seguindo vidas separadas, perdidos na rotação da vida cheia de enganos nem notaram que o tempo parou no dia do beijo perfeito que fez ambos esquecerem onde estavam, quem eram e que se fundiram um no outro… tinham potencial, se perderam nos egos e enganos.

Mais uma história efêmera no lugar onde  tudo passa por nada.

Então me diga pra quê!
Fechar seus olhos e não ver,
fazer mentiras um escudo pro mundo,
pessoas são frágeis,
palavras podem ser fatais,
mas descobrir nunca é demais.

Olhe os seus olhos no espelho da alma,
mas não perca a calma ao descobrir quem você é.  ”

 

: Branca Raffi

Anúncios

Sobre Branca Raffi

... paranaense, paulistana desde a primeira garoa aos 7 anos de idade e que adora vadiar pela paulista, augusta e centro da cidade observando as pessoas, amante das palavras, etílica, aspirante a tocar a vida das pessoas, eclética, ri sozinha, e sempre sonha que está voando...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s