Apenas palavras

Às vezes me perguntam por que eu parei de escrever e nem eu mesma sei ao certo responder. Talvez eu saiba dizer a razão pela qual um dia eu tenha escrito.

Eu acredito que tudo foi fruto de uma necessidade imensa de colocar pra fora. De tentar entender o que sinto desde 1986. Perdoem-me o egoísmo, na verdade sempre escrevi para mim. Pra me achar, pra fazer melhor, ou pelo menos tentar. A busca eterna por se achar.

Às vezes me perguntam também se eu estou preparada. Costumo dizer que não. Não estou, na verdade, acho que nunca estive para nada e em nenhum momento. Eu diria que minhas conquistas, meus fracassos, meus encontros e meus amores, tem origem na transpiração e não na preparação. Entregas, escolhas.

E a vida também mexe com a gente, nos obriga, nos chama, nos aproxima de lugares, de pessoas, de emoções e de experiências.

E quando a gente ama o que faz, tudo acontece.

Então, acho que ando amando atitudes, ao invés de palavras…

::

No play – Angels do The XX recomendo!

                

Anúncios

2 comentários sobre “Apenas palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s