Todos os posts de Branca Raffi

Sobre Branca Raffi

... paranaense, paulistana desde a primeira garoa aos 7 anos de idade e que adora vadiar pela paulista, augusta e centro da cidade observando as pessoas, amante das palavras, etílica, aspirante a tocar a vida das pessoas, eclética, ri sozinha, e sempre sonha que está voando...

Um brilho me mantém acesa

“ levo meus olhos para passear, eles se encantam com tudo…” Rubem Alves

“ prefiro a realidade esperançosa” Ariano Suassuna

“quem não morre, fica velho” João Ubaldo Ribeiro

Vão em paz queridos.

Outro dia tive a oportunidade de observar algumas crianças durante meus trajetos, o primeiro um menino no trem aparentava ter no máximo uns dois anos e brincava no colo da mãe alheio mas ao mesmo tempo parecia estar conectado a tudo a sua volta, brincava com a caneta, brincava com o ferro do trem, brincava com a janela, enfim ele brincava encantado em seu próprio mundo, sorria ali naquele ambiente cercado de rostos cansados… e outra uma menina que observei na fila do supermercado, que estava imensa e trazia reclamações e semblantes contrariados da maioria dos que estavam ali, a criança ajoelhou no chão e começou a brincar com potes de maionese, sorrindo e falando sozinha, depois subiu em caixas de leite que estavam próxima e disse _eu sou uma rainha, quero salgadinho!!

Enfim observar as crianças me fez pensar no quanto criamos nosso próprio mundo, nessa época onde se fala tanto em reprogramação mental, pensamentos quanticos e por ai vai, pensei nesta simplicidade que se perde ao revezes da vida de estar conectado a uma simplicidade de contentamento, de encantamento com coisas simples, de se colocar no trono, e definir o que se quer, sem ser arrogante ou chato de plantão… na simplicidade mesmo, pois aquilo é natural de nós, desde que somos pequenos e nem entendemos, apenas somos, mas esquecemos como ser.

E num nivel um pouco mais profundo, li sobre o mito da caverna de Platão, de onde supostamente surgiu um pouco da idéia do filme matrix(adoro), vou tentar explicar de maneira simples, correndo o risco de ser grosseira na minha interpretação, quem tiver interesse leia mais sobre depois… nesse mito estamos presos dentro da caverna, o que imaginamos se a vida é a apenas o reflexo da verdadeira vida vivida por outros, estamos presos lá na caverna, se por acaso tivermos o impeto de levantar e ver com nossos próprios olhos o que há além da caverna, descobriremos a vida de fato, não me estendendo no mito… o que faremos com as descobertas? Ah que seja bom pra nós, que nos leve há um novo nivel de harmonia e bem estar, superando a amargura e tristeza de termos estado tanto tempo enganados, e que há outros queridos pra nós que ainda estão na mesma situação.

…  “ Um brilho me mantém acessa …  um ritual de exaltação ao deus que for das práticas do amor ”

Mariana Aydar (http://https://www.youtube.com/watch?v=b6tCgKnkO9g)

 

: Branca Raffi

Diga se puder…

O que pode ser dito quando sentimento tão forte ultrapassa o sentido das palavras

_ diga se puder…

Você olha a ave no céu e não entende o equilíbrio

_ diga se puder…

No brilho da noite escura fecha os olhos por não suportar

_diga se puder…

Seu coração sufocado pela dor bate desordenado

_diga se puder…

Você sabe, eu sei, eles sabem, até as pedras sabem

_diga se puder,

_ diga se aguentar a verdade, diga se puder, supremacia inata não precisa ser conquistada, o resto é só ilusão de força.

: Branca Raffi

Reflexo

…momento de doce ilusão caminhando sob meu all star preto, minha calça jeans e minha camiseta de anime, ouvindo mirrors de Justin Timberlake, tudo parecia melhor e mais bonito… mas sei que foi apenas uma doce ilusão da realidade, por outro lado o espelho reflete o que eu projeto, e se quero projetar melhor e mais bonito mesmo que pelo tempo de um som que assim seja e que se repita inumeras vezes e com o que eu quiser…

…nunca serei da realeza quando era pequena não brincava de princesa… mas pode me chamar de “abelha rainha” haaaa

 

: Branca Raffi