Arquivo da tag: Brincadeira

Não mexe nas minhas gavetas!

Quando eu era pequeno minha mãe sempre dizia que “criança que brinca com fogo mija na cama! Meu vô falava que “quem com fogo brinca, chamuscado sai! Mas ninguém nunca me disse que brincar com o fogo alheio é que é perigoso de verdade e pode causar danos maiores do que qualquer queimadura de terceiro grau! Com o passar dos anos aquela sensação gostosa das brincadeiras, vão se tornando jogos que não se concluem, tem mais reticências do que pontos-finais.

Nesses jogos, quem dita as regras nem sempre é o que vai levar vantagem, se um dos lados tentar encontrar mais que gozo, vai acabar se perdendo no caminho, mas tudo bem; provocar é que é gostoso…

Mãos, línguas, bocas, amassos, palmadas,  mordidas, arranhões e puxões de cabelo… Estas são armas que se pode usar! Sofás, carpetes, mesas, chão, pia da cozinha, maquinas de lavar, escadas de incêndio, banco de trás do carro e no da frente também, acostamentos, estacionamentos, garagem, redes, e até mesmo a cama servem de tabuleiro…

Então o jogo começa:

 

Boca na Boca

Boca no Corpo

Mão Naquilo

Aquilo na Mão

Boca Naquilo

Aquilo na Boca

 

Inverta a posição dela, ou… “quem fez passará a ser feito”

 

AQUILO NAQUILO…

 

Rasga a roupa, agarra na cintura, revira os olhos, prende entre as pernas, quebra a cama, deixa marcas no pescoço, fale palavrão… Só não pode provocar e depois fugir, ai é golpe baixo! Também não pode brincar no automático, tem que ter TESÃO no jogo, encantar, seduzir e não deixar esfriar a febre!

Mas, esse jogo tem seu lado perigoso, é quando um dos oponentes se deixa levar além da conta, deixa de encarar como um jogo, e começa a procurar no outro, não um parceiro para peripécias lascivas, mas sim o final do conto de fadas, (Por favor né gente). Ai a porra fica seria, e perde a graça, porque machuca, já ia me esquecendo de falar, aprendi também com a mãe de uma amiga que “coração é terra que ninguém passeia”…

Amor, meu grande amor
Não chegue na hora marcada…
— Pode atrasar um pouco mais, porque o jogo esta divertido!

Bom fim de semana pra vocês, se forem brincar/jogar usem camisinha!
E não mexe nas minha gavetas…

Autor: @robsonpnx

Me move…

Me descubra,

Me descubra,

Me descubra…

Me envolva em cada ato,
em cada sorriso, em cada sentimento.

Me faça esquecer quem sou eu,
Me olhe quando eu olhar nos seus olhos,
Me ignore! Por eu simplesmente gostar de você…

Me inspire para eu poder gritar,
Me critique pelas minhas escolhas,
Me acorde quando eu não estiver sonhando,
Me considere, não pelo que falo, mas pelo que faço!

Me prenda… Sim, você é capaz…

Me zoe,
Me imite,
Me desconsidere,

Me deixe em paz, principalmente se não trouxer algo de útil para minha vida…

Me agite antes de conhecer,
Me deseje, nos teus sonhos e pensamentos…
Me faça pensar em você!
Me faça voar alto e para bem longe…
Me faça perder a razão, viver toda essa emoção!

Me use,
Me entenda,
Me provoque,
Me engula…

Me cativa pelo seu carisma,
Me cative pela sua loucura,
Me curta quando eu não estiver nem ai pra você!

Me encare,
Me encare,
Me encare,
Pelo que eu quero, pelo que eu faço e pelo que sou…

Autor: @robsonpnx

Café com Leite!

Preparem-se porque, a partir de agora, vou contar uma história de paixão louca, insólita, humana, demasiadamente humana, imprevisível, improvável, mas bem real:

Quem não foi criado preso dentro de um apartamento sabe que toda vez que chegava um menorzinho na turma, que não conhecia direito a brincadeira, até que brincava, mas era Café com Leite, participava, mas não valia com ele!

ケミちゃん

Sou novo numa brincadeira de Amizade Colorida, nem sei ao certo quais os direitos do amigo colorido, mas já me liguei que ciúmes exagerado não pode! Rola o lance de que tudo tem que ficar em segredo, por que eu tenho passado e ela também, pra mim guardar segredo de uma coisa tão boa é estranho. Meus amigos podem saber, os dela também, mas nossos amigos em comum não. Então eu sou Café com Leite nessa historia, ela também, nunca tinha acontecido com nenhum do dois…

A gente se olhou a primeira vez e achamos que ia acontecer alguma coisa, depois nos conhecemos e nos identificamos por nossas historias muito parecidas, então viramos amigos. Ai achávamos que não ia acontecer nada além da amizade, não sentíamos aquela atração que solta faísca, mas sempre brincávamos um com a libido do outro. Então num dia qualquer, meio de semana, como por brincadeira do destino nossas bocas se aproximam e o inevitável acontece… Eu passaria o resto dos meus dias me sentindo um idiota se não ha tivesse beijado naquele momento, não pude resistir aqueles lábios vermelhos cor de cereja tão perto dos meus! Agora a gente já não sabe direito o que esta acontecendo… “Cada dia um pouco mais, interessante não acha?”

Apesar de estar meio perdido nessa coisa de amizade colorida, eu gosto muito de como as coisas acontecem entre nós dois, vê a alegria nos olhos de minha Linda descobrindo novos sabores ao meu lado, as musicas que nos identificamos, nossos papos ao telefone, o olhar dissimulado que ela me solta como se estivesse a me despir em pensamento, a forma como ler o meu olhar, ou como ela costuma dizer, “mergulha em meus olhos e descobre meus segredos” (Medo)…

Não da mesmo para saber onde vamos parar com essa amizade cheia de segundas, terceiras e quartas intenções… Mas posso dizer que as sensações que esta me causando tem me feito muito bem, ela me remete ao meu melhor lado, tira de mim o meu melhor, e como ela mesma diz; “essa amizade maluca, da cores ao dia cinzento e é espetacular”.

Autor: @robsonpnx
Imagem: Mezoio