Arquivo da tag: Dança

Um brinde a 2011…

Como canta o Falcão do Rappa, “Brindo a casa, brindo a vida, meus amores, minha família…” Este ano não poderia terminar com outro som se não este.

Foram muitos os brindes nesse ano extraordinário, que teve de tudo, eu vivi cada instante, curti a presença de cada pessoa que passou por minha vida nesses 12 meses, me joguei na noite atravessando baladas memoráveis ao lado dos meus amigos, dormi na rede ao lado de alguém especial, fiz amor até ficar exausto, comi em lugares bacanas, escrevi muito mais, reencontrei velhos amigos, e conheci pessoas sem as quais não imagino minha vida sem, e o principal, “Eu sorri muito”…

Então eu vou me jogar nesse réveillon ao som de mar de gente, com a velha mania dos Deuses do Monte…

Autor: @robsonpnx
Vídeo: Mar de Gente — O Rappa

Anúncios

Será que a Dilma vai dançar ao som do Calle 13?

A presidente Dilma Rousseff esta em Caracas para uma maratona diplomática: fará a primeira visita oficial ao colega Hugo Chávez e por lá terá bilaterais com Cristina Kirchner (Argentina) e Evo Morales (Bolívia).

A concentração de presidentes na Venezuela se deve à inauguração, na sexta, da Cúpula da América Latina e Caribe (Calc) que fundará oficialmente a Celac (Comunidade de Estados Latino-americanos e do Caribe), o órgão que pretende ser um fórum político para as Américas e Caribe sem a participação de Estados Unidos e Canadá.

O Brasil, responsável pela realização da primeira Calc, em Salvador, em 2008, é um entusiasta da Celac, uma espécie de “OEA (Organização dos Estados Americanos) dos pobres” no momento em que a entidade original cambaleia sem dinheiro e incomoda Brasília por conta dos ditames da Comissão Interamericana de Direitos Humanos contra a hidrelétrica de Belo Monte.

Hoje, é a vez da presidente brasileira participar de uma reunião da Unasur (União de Nações Sul Americanas), outra iniciativa cara ao governo brasileiro.

Para o Brasil, Celac e Unasul se complementam na nova arquitetura de instituições multilaterais, ainda que analistas tenham dúvidas sobre efetividade da acumulação de burocracia e sobreposição de cúpulas.

A ideia do Brasil é ter a Celac como um grande fórum político, nos moldes do Grupo do Rio, nascido nos anos 80 no bojo das negociações de paz na América Central. A ata de criação do organismo deve fixar os mecanismos de tomada de decisão — provavelmente o consenso — e a periodicidade dos encontros.

O papel da Unasul é articular também ao nível setorial, num arcabouço de cooperação cada vez mais robusto. Depois de criar um Conselho de Defesa, a organização avança em temas como saúde e infraestrutura. Na reunião, os presidentes devem ratificar o plano de 31 projetos prioritários para a integração física da região.

Como bom anfitrião Chávez pretende fazer uma grande festa para criar a OEA dos pobres. Ao som do porto-riquenho Calle 13 e do estrela da música clássica Gustavo Dudamel. O prato principal é a canção "Latinoamerica", por supuesto, tudo isso ao ar livre num parque de Caracas…

Segue ai uma amostra do som que vai embalar a dança da Presidente Dilma:

Vai Presida, o som do Calle 13 é da hora!

Autor: @robsonpnx

A dançarina!

Ela tem o rosto suave, lábios carnudos, e um  lindo sorriso aberto. Tem gestos comedidos, e bem educados. Essa serenidade é de Isabella, sua personalidade é resultado de transparência e serenidade, sua postura equilibrada encanta, e parece não ter segredos. Mas quando o assunto ultrapassa a barreira do habitual, do “seguro”, é possível notar uma ligeira alteração na cor da pele, um calor subliminar que de repente se mostra na curva das maças e a torna ainda mais bonita.

Ela desce as escadas ainda com cara de sono, seu corpo cultivado por anos de dança se aconchega felinamente no sofá, a sua volta, nas paredes, fotos das inúmeras apresentações mundo afora. O espetáculo em cartaz lota todas as noites, seu nome ao longo dos anos, se tornou referência quando se fala em dança do ventre no país!

cateparr7

Não demora e seu amado lhe entrega a caneca de café, sob a mesa, estão as flores ganhas na noite anterior, o público a homenageia em todas as apresentações. Ainda sem sair do pijama, começa a se alongar, linda, meiga, sensual… Na sacada de seu apartamento é saudada pelo sol da manhã. E antes mesmo de pensar no que vai almoçar já esta na academia, novos passos, coreografias, uma rotina que ela escolheu, e ama a cada dia mais!

É lindo vê-la dançar, cada gesto, cada expressão, a forma como seu cabelo balança, os paetês e missangas de sua roupa reluzindo a luz, a elasticidade do seu corpo em cada movimento, os olhos que se fecham para lembrar o próximo passo… Uma apaixonante dançarina!

Autor: @robsonpnx
Imagem: Catepar