Arquivo da tag: Fácil

Jeitinho brasileiro!

Se você é um dos que furam a fila, qualquer fila por qualquer motivo; usa carteirinha do irmão mais novo pra pagar meia no cinema; pega bilhete único do avô pra não pagar condução; para na vaga de deficiente ou qualquer outro lugar proibido, com guia baixa; usa internet do vizinho; faz gato em TV a cabo; troca pneu do carro, mas só compra três e deixa um já usado como estepe; apresenta comprovante falso na faculdade para pagar menos na mensalidade; se inscreve em programas do governo para receber ajuda que as vezes não precisa; faz de um tudo pra ser mandado embora e não pede as contas só pra não deixar de receber o seguro desemprego; você que nunca devolve o jornal do vizinho quando cai no seu quintal, ou que paga pro entregado jogar jornal no seu quintal porque assim sai mais barato do que pagar assinatura; você que faz trabalho com conteúdo copiado da internet ou ainda copia do colega de classe mesmo; você que baixa musicas da internet; você que compra DVD pirata, as vezes de filmes que ainda estão no cinema; você que prefere ler o resumo a ler o livro; você que suborna o PM pra se livrar da multa; você que coloca seu lixo na lixeira do vizinho pra não pagar taxa; você que mija na rua; fura farol vermelho; anda acima da velocidade permitida quando não tem radar; você que senta em lugares reservado e finge que esta dormindo pra não ceder o mesmo; você que anda de moto pelo corredor buzinando, e acha que todo mundo tem que te dar passagem; você que pede nota de valor maior do que gastou só pra pedir reembolso na empresa; solta traques dentro do ônibus, ou para na porta pontos antes de descer só pra ser o primeira a sair do coletivo; se você arremessa qualquer coisa pela janela do carro (nem menciono da janela do prédio porque isso já é demais), mesmo que seja a ponta do cigarro, na rua (se ele estiver acesso e for na estrada, nem se fala então).

Se você é um desses, meu caro, e tem o costume de praticar algum desses atos de uma maneira constante, consciente e deliberada. Você é um idiota acostumado com o tal jeitinho brasileiro, e isso não é orgulho pra ninguém, é uma puta hipocrisia! Você também é corresponsável pela corrupção deste país. São comportamentos assim que permitem tanta sujeira no governo.

Autor: @robsonpnx

Rascunhos de uma carta de amor!!!

Eu sei que muita coisa ruim pode nos acontecer ao longo do caminho, mas nenhuma delas se compara ao desapegar de um amor. Relutei em publicar este texto, mas depois de toda a insistência do conselho de ética desse blog, eu o faço com prazer”…

Julliana5

O coração as vezes fica apertado como se estivesse numa caixa de fósforos, a cabeça quer liberdade e tudo que se consegue enxergar é um pequeno espaço limitado que nos sufoca! É difícil quando se tem medo do sentimento, a voz treme, gela as mãos, seca a boca, soa o rosto, ficamos vermelho, palpita o coração, e vem aquela sensação gostosa de borboletas no estomago, diante de tudo isso não sabemos o que fazer! Mas ha aqueles que seguem em frente, se ridicularizam, expõem-se frágil, leva rosas, compra chocolates, pronuncia palavras tontas numa dicção solene, se pega despercebido cantarolando a musica que antes lhe era careta e ridícula, não se suportava, e agora conta sua historia. Estes são sentimentos que nos causam angustia, nos fazem tremer e não correr frente o gigante, gigante quanto pessoa, que todos querem muito bem, que passa alegria no sorriso, conforto na voz, segurança no olhar…

É tudo acontece tão de repente, o amor chegou junto com sua presença, e hoje me vejo vivendo em dobro, invadido pelo aperfeiçoamento que não havia ainda, como uma soma daquilo que começa com que finda, a vida é a morte quando se beija, e com o beijo deixo a mostra minha alma, mais uma vez me expondo como um inocente. Os sonhos são compartilhado numa plenitude como se tivesse chegado a eternidade, o coração agora esta rebelde, chacoalha, chama, pede, quer independentemente, e resistir já não é uma opção, o corpo e a alma se entregam a intensidade do amor-paixão, num susto percebe-se docemente que agora existe um único sentido, uma resposta em nenhuma pergunta, tudo é seu…

Mas ninguém disse que viver tudo isso seria fácil!

Fácil é não querer saber, se manter distante como um personagem inanimado, beijar quem pouco te mexe, se jogar nos braços de uma desconhecida qualquer, como se fosse um antidoto ao sentimento verdadeiro, viver a generosidade da entrega sem compromisso!

Autor: @robsonpnx
Imagem: Julliana