Arquivo da tag: Mentira

A Avassaladora do Horto!

Escrever sobre Valquíria é falar de seu corpo, daquela sua energia à flor da pele. Uma pele dourada, como só tem quem usa o corpo mesmo, ela tem aquela potência de quem pratica jiu-jitsu, energia que disfarça muito bem os seus trinta e poucos anos muito bem vividos. Seja ao sol, ao vento, numa fuga repentina pro litoral, na grama do campo de futebol, ou na balada dançando, ela sabe viver e vive. Parece quase imortal com aquela pele bronzeada, o olhar marrento, os seios suaves e o jeito despojado de caminhar. Por onde passa ela faz com que a circulação dos homens ganhe ritmo. Valquíria tem algo de inatingível, característico nas bombshells. Mas por trás dessa mulher avassaladora há uma personalidade de menina, frágil, emotiva, meio adolescente, que ela costuma disfarçar com a ajuda e fidelidade das amigas. E como toda mulher que sabe que é desejada e causa efeito por onde passa, ela é acostumada com as investidas dos homens, sempre resistiu, sempre resiste, é quase natural recusar convites seja pro que for.

Mas com Oliver foi um tanto diferente, até parece que ele sabia os caminhos pra mexer com os sentimentos dela. Ele tomou a iniciativa e depois recuou, o passo seguinte foi dela. É sempre assim, o homem pensa que sabe jogar mas, quem manda no jogo são elas. Ela fez acontecer o encontro de forma casual, e quando ele avançou o sinal ela resistiu. Como eu disse, por fora um mulherão mas, por dentro ainda uma adolescente.

O teu amor é uma mentira
Que a minha vaidade quer ♪♫♪♫

Oliver soube ser discreto, esperou, soube também usar suas armas para que Valquíria não fugisse, e ela foi se deixando levar, se envolvendo… Aos poucos aquela paixão tomou corpo, ou melhor, tomou conta daqueles corpos. Mesmo se mantendo distante, Oliver sabia cativar Valquíria quando estava perto, era seu dom, tratar de forma especial todas as mulheres com quem se envolvia.

O nosso amor a gente inventa
Pra se distrair ♪♫♪♫

Acontece que duas pessoas com personalidades marcantes, tão diferentes não se equilibram muito tempo lado a lado, cada qual com seus segredos, um com muitos silêncios, a outra com necessidade de quem lhe fale, lhe envolva, lhe cuide. Uma hora um acaba sugando o outro, foi quando a distancia começou a criar abismos entre eles, abismos que ela não se apercebia. Valquíria seguiu observando os silêncios de Oliver, decerto mais profundos dos que os segredos dela. E de algum modo, sem nenhuma justificativa, permaneceram assim, com encontros desencontrados, sem hora marcada, outra meia hora, ele dentro dela, e depois mais silêncios.

E quando acaba a gente pensa
Que ele nunca existiu ♪♫♪♫

Ela imersa no silêncio dele, tentando ler seus pensamentos depressa, antes que as palavras dele mudassem tudo que ela estava descobrindo por detrás daquele olhar de esfinge.

644401_467966289890622_1829155590_n

O abismo cresceu aumentando a distância que separava os dois, até que os SMS param de chegar, os lugares em comum não são mais frequentados por ambos, e a vida segue, cada um ao seu modo, cada um pro seu lado.

Te ver não é mais tão bacana
Quanto a semana passada ♪♫♪♫

Só que o que ninguém disse é que, quando duas vidas, dois seres de personalidades tão distintas fazem sexo como eles fizeram, a carne guarda o gosto do prazer, e tudo o que é guardado uma hora da um jeito de sair, é nessa hora que reencontros são inevitáveis.

Mas ficou tudo fora de lugar ♪♫♪♫

Mais um encontro, mais daquele amor inventado, e mais daquela paixão avassaladora extravasada na cama como só os dois sabem fazer. Depois os corpos exaustos de tanto prazer, e cada um pro seu canto, cada um no seu lugar, cada um na sua vida. E quando ela chegou em casa com o dia já clareando, se deitou e fechou os olhos, continuou visualizando a forma como os cantos da boca dele levantavam levemente sempre que ela dizia algo engraçado, ou a forma como as sobrancelhas dele se juntavam quando estava concentrado em uma atividade. Rolou na cama por um bom tempo, sem conseguir dormir, imaginando se, talvez, apenas talvez, ele também estaria acordado, pensando nela. Era como se dissesse, sem dizer; “eu sei que já faz tempo, mas ainda penso você”.

Você podia ao menos me contar
Uma história romântica ♪♫♪♫

Valquíria pode ser avassaladora por onde quer que passe mas, é sempre seu coração que paga o preço do corpo bonito. Oliver pode até parecer o príncipe encantado a primeira vista mas, de perto, ele é ainda pior que os outros, porque encanta antes de destruir. Algumas historias terminam assim mesmo, mal resolvidas. Acabam tendo reticências, e nunca um ponto final.

Autor: @robsonpnx

Anúncios

SP sob ataque!

A duas semanas Sampa está sob ataque do crime organizado, durante este período morreram seis PMs, dez ônibus foram incendiados e quatro bases da PM foram atacadas a tiros. Em meio a tudo isso, três chacinas com dez mortos aconteceram em áreas periféricas da região metropolitana, ao todo o numero de assassinatos na capital já passa de 130. O total é 53% maior do que o total de homicídios nos 30 dias de junho de 2011. Os dados são do Sistema de Informações Criminais (Infocrim) da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

globalwarming

Diante deste cenário de medo que impera na cidade nos últimos dias, fui surpreendido mesmo é com o diálogo descrito pelo jornal O Estado de São Paulo que, na noite de quarta-feira, recebeu ligação do Secretário de Segurança Pública Antônio Ferreira Pinto. Ele queria explicar porque havia pedido dois dias de licença do cargo em um momento de tanta tensão. Estava na Argentina para assistir ao Corinthians, seu time do coração, na final da Libertadores, compromisso que, segundo o próprio secretário, não o impedia de estar em contato, por telefone, com os comandos das duas polícias, a Militar e a Civil. Sem contar que se houvesse alguma urgência, estaria a apenas três horas de avião de São Paulo, rapidamente chegaria por aqui. Ferreira Pinto também tranquilizou a população — ao menos tentou — ao declarar que não havia nenhuma preocupação com os últimos acontecimentos, assim como não haveria provas de alguma conexão entre as ocorrências policiais das últimas semanas, ou seja, até que haja um novo salve geral na cidade a polícia não acredita no poder do poder paralelo. Até agora, as polícias Civil e Militar não prenderam ninguém pelos ataques contra bases da PM ou ônibus, e o alto comando da PM ainda não admite a ligação entre os crimes, ah vá…

Em conversa com a Tenente Coronel Rosa Suzuki no inicio da semana, perguntei como a PM vem agindo com esta onde de ataques, ela me disse que o policiamento esta concentrado nas vias principais, entrar na periferia só em casos de chamado e olhe lá, esta ordem vem do Governador Geraldo Alckmin, pois existe um medo dentro da corporação de que trotes leve os PMs a emboscadas. É isso mesmo meu povo, enquanto a polícia estiver na mira dos bandidos, é bom acender vela e rezar para algum santo que lhe vale, porque segurança do estado, e historia de carochinha, pra gente que mora na periferia!

Autor: @robsonpnx
Imagem: Alecrim

Mentira

fabio boca- mentira

Mentira é um instante
Um pequeno elefante
Incomoda o semblante
Princípio de uma avalanche

Não se breca nem dobra
E de trás pra frente a obra
Cem Quilômetros por hora
Rápida e sem manobra

Descontrolada vai
Por ruas e quintais
A mancha não sai
Da mesma quando cai

Quem falou, quem ouviu
Telefone sem fio
Era um dia de frio
Disparou o fuzil

Boca é arma letal
Tanto pro bem quanto mal
Com a consciência legal
Verdade até o final

O princípio da ira
Invisível ainda
A lorota é o que vira
Isso sim que é mentira

Texto e Foto: Fabio Boca do DiQuintal