Arquivo da tag: Poesia

Pipas…

Imagem

O sonho do moleque
É como a pipa que sobe
E lá no alto fala com Deus
Toca o céu
Em transe ora
Várias pipas
Vários sonhos
Há quem dispute o mesmo sonho
Ou o mesmo céu
E aquele que vê sua pipa cair
E longe sumir
A rabiola cortada
A linha arrastada
A cabeça baixa
Pensa que perdeu?
Não!
Vou eu
O moleque
Em busca do meu sonho
A colocar outra pipa no alto.

Texto e Imagem: Fabio Boca

Anúncios

Mentira

fabio boca- mentira

Mentira é um instante
Um pequeno elefante
Incomoda o semblante
Princípio de uma avalanche

Não se breca nem dobra
E de trás pra frente a obra
Cem Quilômetros por hora
Rápida e sem manobra

Descontrolada vai
Por ruas e quintais
A mancha não sai
Da mesma quando cai

Quem falou, quem ouviu
Telefone sem fio
Era um dia de frio
Disparou o fuzil

Boca é arma letal
Tanto pro bem quanto mal
Com a consciência legal
Verdade até o final

O princípio da ira
Invisível ainda
A lorota é o que vira
Isso sim que é mentira

Texto e Foto: Fabio Boca do DiQuintal

Pode ser um Bar!

Um bar pode
Destruir uma vida
Gerar crise em família
Ser mal falado pelas fofoqueiras
Repercussão em jornais
Ter vítimas fatais
Deixar homens como animais
Jogados, descontrolados
Um bar pode ser
Tema de um livro
A desculpa no caminho
A única distração
Do homem e do menino
Um bar pode ser
E construir uma vida
Estruturar uma família
Ser bem falado entre as fofoqueiras
Repercussão em jornais
Autores racionais
Deixar homens como animais
Vorazes, capazes
Um bar pode ser
História e livro
Um grande motivo
Alternativa cultural
Do homem e do menino
Ao bar do Zé Batidão…
Foi o que vi e senti a primeira vez que pisei em solo sagrado!
Obrigado Cooperifa!
Por: Fabio Boca do DiQuintal